Medo das agulhas

Texto lido: https://www.youtube.com/watch?v=ystwLKffKaM&feature=youtu.be

Pensava não ter de perder tempo com este assunto, mas era sem contar com a estupidez e ruído de alguns grupelhos que ameaçam criar problemas concretos.

O presidente da DGS sinalizou que “o Plano Nacional de Vacinação, que nunca foi obrigatório, conseguiu atingir taxas de cobertura que são invejáveis, porque nós temos a primeira dose da vacina contra o sarampo aos 12 meses, nós temos 98 por cento de cobertura. Isto é, em cada 100 crianças, há apenas duas que não fizeram naquela idade a vacina da primeira dose”. A não ser que ele esteja a mentir, e não está, não vejo qual é a necessidade de tornar obrigatório o quer que seja sabendo que estamos a falar de uma doença que atingiu até ao momento em que escrevo estas linhas “21 pessoas em Portugal”.

E mesmo que ele minta, que eu saiba o sarampo é uma doença que tem fracas possibilidades de se transmitir. Além de poder ser facilmente travado se alguém levou vacina. Assim que é completamente idiota querer obrigar toda a gente a vacinar-se contra isso. Como mencionou e bem o Gonçalo Taipa Teixeira, então se alguém vos tossir em cima também ides reclamar toda a espécie de aparato sanitário porque vos atingiu?! Temos regras sobre a responsabilidade civil para esses casos! Façam processos e sejam minimamente inteligentes para tomar as precauções que meia dúzia de hippies não têm!

Se formos até ao fim da lógica da vacinação obrigatória, então meus caros os seguintes ítens também passam a serem proíbidos:

– Alcóol;

– Doces, bolos e mais diversas pastelarias;

– Refrigerantes;

– Sexo com penetração (a não ser para procriação, com devida licença hospitalar);

– Sedentarismo (tudo a fazer desporto porque desporto evita muitas complicações na Saúde);

– Tabaco, drogas, café…;

– Carne que não seja de caça ou de insecto (só fazem mal);

– Legumes (podem substituir por fruta que faz bem à saúde e protegem melhor o ambiente).

Que os hippies continuem a sua campanha anti vacinas, são livres de serem parvos e levar com as consequências. E inventem uma vacina contra a demagogia, a estupidez e o estatismo, que isso sim é uma emergência!

Fontes :

https://www.rtp.pt/noticias/pais/21-casos-de-sarampo-confirmados-e-15-em-investigacao_n996400

http://observador.pt/2017/04/19/7-graficos-que-explicam-o-surto-de-sarampo/

About the author

André Pereira Gonçalves

Colaborador do Instituto Ludwig von Mises Portugal, estudante em Direito na Universidade de Friburgo (Suíça), anarco-capitalista jusnaturalista.