Direita Chouriço e Esquerda Caviar?

Categorias: Comunismo, Democracia, Governo, Impostos e Socialismo.
Sections: Blog.

É-me difícil compreender como uma publicação como o “Jornal de Negócios”, que é um dos responsáveis pelo aumento da qualidade do jornalismo económico em portugal em relação àquilo que este era há uns anos atrás, faça questão de ter às sextas-feiras, uma coluna de opinião (e logo a que aparece em maior destaque em todo o jornal) escrita e assinada por um artista plástico que percebe tanto de economia como eu percebo da indústria de polímeros. Este senhor, Leonel Vieira (LV), representa tudo o que de mau o “pensamento” económico predominante em Portugal desde o 25 de Abril de 1974 Ler mais

Uma História Particular de Infâmia

Categorias: Economia, Governo e Política Monetária.
Sections: Artigos.

A existência de entidades que recebiam ouro em depósito pode traçar-se pelo menos até à Grécia antiga. Estas entidades, essencialmente, recebiam metais preciosos para serem guardados, por os depositantes considerarem que o seu dinheiro ficava aí mais seguro. Posteriormente, estes bancos primitivos começaram a prestar serviços de pagamentos entre clientes e também a emprestar dinheiro. Como era mais seguro que o ouro (principalmente em quantidades avultadas) ficasse guardado nos cofres dos bancos, estes passavam um recibo (nota de depósito) aos depositantes atestando o dinheiro que lá depositaram. Com um certo grau de confiança, essas notas depois podiam ser usadas como Ler mais

Sobre o recente caso da Hepatite C

Categorias: Comércio, Economia, Governo, Monopólios e Propriedade Intelectual.
Sections: Artigos.

Nos últimos dias assistimos a uma situação que está longe de ser novidade, mas que assumiu contornos dramáticos devido ao facto de estarem diretamente vidas humanas envolvidas. Um laboratório com um produto patenteado contra a hepatite C que apresenta taxas de cura perto dos 100% aparentemente estava a exigir um preço pelo medicamento muito acima daquilo que se poderia achar razoável dado o seu custo de fabrico. O comprador do fármaco – o Estado – não estaria disposto a aceitar à primeira um preço daquele montante e estaria a decorrer um processo de negociações para se encontrar um preço intermédio Ler mais

Em defesa da tradição liberal clássica (em resposta a um texto de Huerta de Soto)

Categorias: Filosofia, Governo, História e Liberalismo clássico.

Sections: Artigos.

São inúmeros os problemas da argumentação de Huerta de Soto sobre o liberalismo clássico, apresentada no texto publicado no site do Instituto Mises – Portugal, sendo de lamentar que para afirmar uma das correntes contemporâneas da Escola Austríaca, porventura, actualmente a mais mediática, se tenha de pôr em causa o liberalismo clássico oitocentista, certamente o único momento histórico em que as ideias liberais foram predominantes e muito bem sucedidas no mundo ocidental. Passo a expor alguns desses equívocos. Em primeiro lugar, a falta de enquadramento histórico. Na verdade, quando se diz que o principal erro do liberalismo clássico está em Ler mais

Cliché #6 – O Capitalismo Promove a Ganância e as Politicas Governamentais devem Atenuá-la

Categorias: Capitalismo, Governo e Traduções.

Sections: Artigos.

No dia 19 de Abril de 2014, a Padaria Colonial da minha cidade de Newman, Geórgia encerrou depois de uma década em funcionamento. A empresa mãe explicou, “De forma a nos focarmos mais nas nossas competências nucleares, tomamos a decisão de fechar algumas das nossas lojas de retalho.” Um patrono de longa data respondeu através do jornal local da seguinte forma: “É triste. É simplesmente a ganância a funcionar e nós a levarmos por tabela. É frustrante saber que não há nada que possamos fazer para inverter esta situação.” Ora aqui está uma visão abrangente de “ganância”! Tentar tornar o negócio mais Ler mais

Porque é que o governo não consegue gerir recursos como o sector privado?

Categorias: Capitalismo, Governo, Propriedade e Traduções.

Sections: Artigos.

Texto de Robert P. Murphy originalmente publicado na Econlib As pessoas queixam-se frequentemente do desperdício, corrupção e totais abusos das empresas governamentais, perguntando-se porque é que elas não podem ser “geridas como uma empresa [privada]”. No entanto a teoria económica demonstra que isto não é um mero acidente: diferenças institucionais importantes tornam os funcionários governamentais muito menos eficientes a gerir recursos escassos do que os seus homólogos do sector privado. Podemos observar essas lições teóricas em numerosos exemplos ao longo de uma série de diferentes indústrias. Esta prova deve colocar um obstáculo prima facie ao alargamento da intervenção governamental a novos Ler mais

Queremos mais crescimento económico? A solução é diminuir a despesa do Estado

Categorias: Governo, Impostos e Traduções.

Sections: Artigos.

Texto de James A. Dorn publicado originalmente na Forbes Há cada vez mais provas de que um governo de maior dimensão significa mais lentidão no crescimento do PIB real. A partir do momento em que o total da despesa governamental em percentagem do PIB atinge o ponto de inflexão, estimada entre 15% a 25% do PIB, mais expansão expulsa investimento privado e desacelera o crescimento económico. Quando o governo se excede, a liberdade económica é diminuída e oportunidades de trocas privadas são perdidas – isto é, a gama de escolhas abertas aos indivíduos são restringidas.  Num estudo pioneiro sobre a Ler mais

Como o Banco Central ajuda o Estado a crescer

Categorias: Finanças, Governo, Política Monetária e Traduções.

Sections: Artigos.

Texto de Hunter Hastings originalmente publicado no Mises Institute É-nos dito que as eleições são importantes, mas a instituição estatal mais importante, o banco central, está totalmente fora do alcance do eleitor. Ludwig von Mises via a democracia como um conceito utilitário. Era a forma de organização política que permitia à maioria mudar o governo sem uma revolução violenta. No seu livro Socialism, Mises escreve: “Consegue isto ao fazer dos órgãos estatais legalmente dependentes da vontade da maioria no momento”. Como ficou claro nas suas obras, identificou esta forma de processo político como um facilitador do capitalismo e das trocas Ler mais

Será que a Europa sofre do Síndrome de Consumo Deficiente?

Categorias: Economia, Governo e Traduções.

Sections: Artigos.

Texto de  Frank Shostak originalmente publicado no Mises Institute No seu artigo no Financial Times “The curse of weak global demand”, Martin Wolf escreve que a doença económica mais nefasta dos nossos dias é o síndrome de consumo deficiente crónico. Wolf defende que apesar da pesada injecção monetária pelos bancos centrais dos Estados Unidos da América e da União Monetária Europeia, e da política de redução das taxas de juro até sensivelmente zero, ambas as economias, quer dos EUA, quer dos países da UME continuam a atrofiar. Precisamos de Mais consumo e Mais Empréstimos Martin Wolf partilha da visão de Ler mais

Cliché #4 – Quanto Mais Complexa a Sociedade, Maior a Necessidade de Controlo Governamental

Categorias: Governo, Liberdade, Regulação e Socialismo.

Sections: Artigos.

Num seminário recente um professor universitário argumentou: “as suas teorias de mercado livre, propriedade privada e governo limitado funcionavam sob condições simples há mais de um século mas são impraticáveis na economia complexa do presente. Quanto mais complexa uma sociedade maior é a necessidade de controlo governamental; parece-me axiomático.” É importante denunciar esta falácia correntemente considerada plausível e influente porque nos encaminha lógica e diretamente para uma planificação socialista. Esta é a forma como um membro da equipa do seminário respondeu ao presidente universitário: “Vamos assumir um exemplo simples – apenas entre você e eu. Em seguida, vamos assumir que eu Ler mais